Marília Mendonça deixa muitas músicas para lançamentos
Marília Mendonça deixa muitas músicas para lançamentos

Canções de Marília Mendonça a “Rainha da Sofrência” estão sob administração de editora, que pode negociar gravação por outros artistas; direitos autorais serão repassados ao único herdeiro

Um mês sem Marília começa a nos revelar os frutos plantados por ela desde que lançou sua carreira em 2015 e conhecemos o primeiro single, “Impasse”, com a participação da dupla de amigos Henrique e Juliano.

A princípio, a cantora deixou mais de 100 músicas para lançamento inéditas.

A dupla, aliás, foi uma das maiores “consumidoras” das músicas da Marília compositora e deram voz a canções como:

  • Até você Voltar
  • Cuida bem dela
  • Flor e o Beija Flor

Antes de morrer, Marília Mendonça deixou 324 músicas e 391 gravações suas e de parceiros cadastradas, segundo o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), incluindo sucessos como:

  • Infiel
  • Supera
  • Todo Mundo vai sofrer
  • Eu sei de cor

Entre outras de sua autoria e em parceria com outros artistas.

Músicas Gravadas de Marília Mendonça

De acordo com o Ecad, as canções mais gravadas da artista até agora foram “Calma”, em parceria com Fred Willian, Élcio Di Carvalho e Daniel Rodrigues e “O que falta em você sou eu”, feita em parceria com Frederico Nunes, Juliano Tchula e Del Vecchio.

Essas duas ficaram em primeiro lugar, seguidas por “Faça ela feliz”, parceria com Daniel Rangel, Juliano Tchula e Maraísa, e “Infiel”, empatadas na segunda posição.

Fechando o Top 3, a música “No dia do seu casamento”, que Marília fez ao lado de Maraísa e Juliano Tchula.

Ainda mais, Marília deixou mais de 100 músicas inéditas registradas e que estarão disponíveis para qualquer artista que queira gravá-las.

Por este motivo, mesmo ela não estando mais viva, a editora ainda tem o poder da negociação das músicas enquanto o contrato de edição for vigente.

Ainda que não seja possível saber o caminho para quem quiser gravar uma canção.

A editora que fará a negociação geralmente tem uma autorização para cada finalidade específica e tiragem.

Quem fica com a Herança?

Com a morte da cantora, os direitos passam primordialmente para o único filho, o pequeno Léo, de apenas 1 ano e 11 meses, até que se complete 70 anos da morte do último autor da música e a obra entre em domínio público.

Antes desse período, quem vai cuidar da obra fonográfica será a Workshow, que já administrava a carreira dela.

Quando o avião caiu, os peritos encontraram um pequeno caderno com anotações próximo ao corpo da cantora e que foi entregue diretamente à mãe dela, Ruth Dias.

O que estava escrito no caderno de Marília Mendonça

Ninguém sabe o conteúdo dessas anotações até o momento, mas acredita-se que existam ali alguns rascunhos de novas canções ainda não registradas e que poderiam se tornar novos sucessos na voz de outros cantores.

D. Ruth, mãe da Rainha da Sofrência, deve contratar um especialista para auxiliar o processo de restauração do diário mantido pela sertaneja e que foi descoberto entre os destroços do avião que caiu no último dia 05 de novembro. Por enquanto, o caderno não foi aberto por ninguém.

Vamos ter novidades?

Marília Mendonça deixou várias canções em parceria com outros artistas, já prontas para serem lançadas futuramente.

De acordo com a equipe da cantora, há ao menos trabalhos com Hugo e Guilherme, a cantora mexicana Dulce María, Guilherme e Santiago, Ludmilla, Naiara Azevedo, além das já lançadas que ela não pode participar do lançamento como com a dupla do seu irmão Dom Vittor e Gustavo (que ela inclusive iria empresariar), Zezé di Camargo, George Henrique e Rodrigo (que já está nos top) entre todas as plataformas de streaming e rádios e o projeto “Patroas” com Maiara e Maraísa.

Confira abaixo a música de Marília Mendonça em parceria com George Henrique e Rodrigo que é uma das mais tocadas do país atualmente:

George Henrique e Rodrigo feat Marília Mendonça

Mauricio Ferigato

Mauricio Ferigato, jornalista e apresentador da TVSertanejo na internet e também em canais de televisão abertas. Paranaense de Faxinal-PR e residente atualmente em Curitiba-PR trabalha desde 2008 na...

Participe da conversa

2 Comentários

  1. Sinto muito a partida dessa mulher maravilhosa que foi Marília Mendonça,com muita tristeza vejo tudo que ela deixou, infelizmente g.ostaria da presença dela,espero que todo esse material seja bem aproveitado.

Deixe um comentário

Comentários Cancelar resposta