as notícias e a opinião dos colunistas sobre o mercado sertanejo
Sertanejo News

Shows “DRIVE IN” iniciam no Brasil e provavelmente vimos a cena mais estranha em todos os tempos

Destaques Maurício Ferigato 22 de junho de 2020

Shows “DRIVE IN” iniciam no Brasil e provavelmente vimos a cena mais estranha em todos os tempos

Algum dia em nossas vidas conseguiríamos imaginar assistir uma cena dessas em nossas vidas? Muito provavelmente isso não estaria presente nem em nossos sonhos mais loucos e as apresentações de shows em formato “DRIVE IN” começam a iniciar no Brasil e nesse fim de semana tivemos Léo Chaves com uma apresentação em Florianópolis-SC na Arena Petry e também a dupla Edy Britto e Samuel em Goiânia-GO dando início a essa nova fase da nossa música brasileira.

A cena mais estranha já vista na história da música brasileira e mais estranha ainda quando falamos de música sertaneja vermos uma platéia de “carros” assistindo um artista no palco rodeado de telões gigantes e após as músicas ao invés de aplausos, gritos e assovios termos que ouvir buzinaço dos veículos, isso faz nos sentirmos em um mundo virtual mesmo próximo ao mundo dos robôs que sempre assistimos nos filmes de ficção científica ou até nos filmes de projeções em 3D da Disney como “Cars” ou até desenhos antigos como “Os Jetson’s”.

A estrutura montada em Florianópolis, SC com Léo Chaves foi gigantesca com a presença da banda, equipe geral do artista no palco e também a transmissão simultânea nas redes sociais, levando o show até as casas das pessoas também.

O “estranho” também faz parte da pandemia que nos assola nesse ano de 2020 e a chegada do Coronavírus está realmente mudando o nosso dia-a-dia e muitas outras cenas iremos ver nesse período.

A experiência do “DRIVE IN” para shows promete ser de início até proveitosa comercialmente justamente pela curiosidade das pessoas nesse formato, mas “achamos” que aos poucos começará a perder a força ao passar o impulso inicial tanto de artista quanto do próprio público. Assistir um show de dentro do nosso carro é provavelmente a opção mais “fria” que poderíamos ter quando a música chega até nós, e isso aliado aos “custos” que ir num show desses não seria nada barato é o que acredito não embalar muito esse formato, lembrando que claro teremos o impulso inicial que irá fazer parecer ser um sucesso.

Imagina você para ir em um show desses ter que durante o dia lavar seu carro para levar a pessoa que você ama num local desses, se perfumar e colocar aquela roupa bacana para chegar lá e gastar com um ingresso relativamente “caro” porque todas as contas são feitas pelos contratantes como se o veículo estivesse lotado com cinco pessoas e não existe um ingresso unitário por pessoa, além de que seu consumo de comida estar com os chamados “Food Truck” que não cobram barato por um lanche e o consumo de bebidas alcóolicas serem proibidas no código nacional de trânsito, ou você irá contratar um carro de aplicativo com um motorista e ainda pagar a hora do motorista para que ele assista o show de graça para que você possa beber?

Agora cabe a você analisar o pró e o contra de eventos assim e no final quem decide mesmo é sempre o público. Assista abaixo como foram as apresentações de Léo Chaves e também Edy Britto e Samuel nesse fim de semana:

https://www.youtube.com/watch?v=R9dV5sk7mMQ

https://www.youtube.com/watch?v=VPFP4oWjo0Y

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *