as notícias e a opinião dos colunistas sobre o mercado sertanejo
Sertanejo News

O cuidado em uma carreira artística de pai para filho – Conversamos com Bruno e Enzo Rabelo

Maurício Ferigato 11 de agosto de 2020

O cuidado em uma carreira artística de pai para filho – Conversamos com Bruno e Enzo Rabelo

Você pode estar se imaginando o quanto é difícil um pai direcionar toda a carreira artística de um filho desde a sua infância até o amadurecimento de passo por passo, ano por ano e criar ainda uma identidade musical para seu herdeiro.

Na classe artística é muito comum filhos, sobrinhos, netos, afilhados e qualquer laço familiar seguirem os passos do parente que deu certo na música, mas em muitos desses casos o próprio futuro artista não tem o dom e ficam por muitos anos na aba do familiar famoso. Com tantos exemplos do passado, tanto os que deram certo quanto os que deram errado o mais difícil é alguém direcionar e comandar o sonho de outra pessoa, mas ainda mais pesado fica quando existem os laços de família.

Semana passada tive a oportunidade de conversar com Bruno (da dupla com Marrone) e seu filho Enzo Rabelo (de apenas 12 anos), os dois da classe artística atualmente e tivemos as opiniões do Bruno pai e do Bruno artista, que ainda se transforma em Bruno empresário artístico. Acho que os cabelos brancos agora irão começar a aparecer para o nosso ídolo da música sertaneja.

Logo aos 4 anos de idade o menino Enzo começou a despertar o interesse pela música, claro que o primeiro instrumento seria a bateria, aonde uma criança de forma natural quer fazer barulho, mas quando ele pegou o violão é que Bruno teve sua atenção despertada no seu filho e já com uma grande dificuldade (Enzo é canhoteiro) e todas as cordas do violão ficam invertidas nesse caso e Bruno já não conseguiria ensinar seu filho a tocar o instrumento, e foi aí que ele resolveu então fazer as coisas do jeito mais certo, contratou professores para o violão e o canto.

Enzo Rabelo hoje com 12 anos já se considera um adulto e nos surpreende com uma maturidade gigante, mas que ao mesmo tempo se contrasta com a juventude do menino, que ainda é uma criança em sua essência e faz tudo que uma criança tem que fazer como estudar, brincar, educar-se e também dedicar-se a carreira artística.

Bruno inclusive até ri de toda a situação, porque agora ele trabalha muito mais do que trabalhou em seu próprio início de carreira e como bom pai também tem a sua responsabilidade dobrada, além do lado artístico que queira ou não é um exemplo direto para a formação do Enzo Rabelo.

O pai artista preocupa-se com tudo que possa dar um caminho errado ao seu filho como as drogas, bebidas, cigarros, balas e cuida dele conversando muito, dando conselhos, envolvendo a mãe Marianne e os avós na criação de Enzo, porque queira ou não além de criança ele ainda é uma pessoa em formação, sendo ou não um artista no futuro. Mas, pelo que vimos não terá outra saída para Enzo Rabelo seguir que não seja a música, até porque ele já é conhecido nacionalmente com as músicas que já lançou e inclusive já fez show com banda completa no Espaço das Américas, em São Paulo aonde ele ainda criou dentro do show um bloco de músicas de Bruno e Marrone, fazendo aquela homenagem que faz o coração de qualquer pessoa amolecer.

Bruno também fez em seu filho um acompanhamento com psicólogos não só para o “artista” Enzo, mas para o filho mesmo que precisa entender muito a vida corrida de seu pai, intercalar com os estudos e as coisas simples da vida, mas essa função toda ficou com a mãe Marianne e o avô paterno de Enzo, que é uma espécie de segundo pai que o próprio Bruno brinca “Ele gosta mais do vô dele do que de mim” e Enzo com seu carisma infantil retrucou “É que ele fica mais comigo porque você viaja muito”, e assim avô e neto fazem sua relação crescer todos os dias com muito amor envolvido.

Todas essas informações citadas acima extraímos da entrevista que fizemos com pai e filho na última semana por vídeo, no projeto “ReZenha Musical” aonde fazemos parte de um grupo com 20 profissionais da imprensa sertaneja nacional e os sites “TVSertanejo” e “Sertanejo News”, que são projetos nossos na música sertaneja contribuem não só com o ReZenha Musical mas também com todo o mercado da música sertaneja por muitos anos, com nossos nomes consolidados na internet entre os profissionais de uma forma geral.

Enzo Rabelo com 12 anos já tem mais de 3 milhões de inscritos no seu canal do Youtube, já gravou um DVD completo, algumas músicas e os maiores sucessos até então são “Tijolinho por Tijolinho” com participação de Zé Felipe (o filho do Leonardo), “It Malia” e algumas outras faixas que Bruno nos contou não ter investido nenhum centavo de dinheiro na carreira do filho, com orgulho de ser tudo orgânico até então.

Na semana do Dia dos Pais eis que mais uma música é lançada por Enzo Rabelo e agora com a participação do Bruno chamada “Pintor do Mundo”, uma composição do Pastor Lucas e com uma letra forte que caiu como uma luva na semana dos pais, e chegou ainda com um vídeo clipe. Acompanhe abaixo:

Acompanhe logo abaixo também a entrevista completa que pai e filho nos deram por chamada de vídeo nessa pandemia e acompanhem o papo completo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *