as notícias e a opinião dos colunistas sobre o mercado sertanejo
Sertanejo News

Banda Cowboys do Asfalto faz desabafo gigante em live que muitos precisam ouvir imediatamente

Grazi Tibério 10 de julho de 2020

Banda Cowboys do Asfalto faz desabafo gigante em live que muitos precisam ouvir imediatamente

Desfilam pelas telas de celulares, tvs e smart tvs, live de todo tipo, boa, ruim, meia boca, rápida, longa, enfim, o formato rendeu e deu o que falar por vários motivos. Um deles foi  a grosseria dos artistas, rola de certa forma um Big Brother pois os caras não conseguem ficar tanto tempo num personagem e é sobre isso que você precisa saber, como alguns de seus ídolos realmente são.

O Rick queimou a cara da gente na vergonha alheia e o Gustavo Lima soltou palavrão a rodo e alguns de nós morremos de pena do Marrone sofrendo bullying do Bruno. Ah, e o Bruno…  tratou mal (mal sim, e não adianta justificar) a ex BBB Flavinha. E tem a live de rosca do Chrystian e Ralf que ainda nem saiu e já está causando.

Porém numa delas, da Banda Cowboys do Asfalto, do Paraná, saiu uma lapada que há muito tempo precisava ser dita e o vocalista, João Marcos Matulu, escancarou verdades para o público, transcritas no texto que você lerá a seguir:

‘’_ Há um último recado que quero dar. Nós que trabalhamos com música há quase 35 anos… (e é só um desabafo que tenho pra fazer) acompanhamos quase todas as lives dos artistas e vemos que dão milhares de compartilhamentos e visualizações, muitas empresas grandes patrocinando, artistas bêbados fazendo  tudo de qualquer jeito, mostrando muita simplicidade, são simples demais… Mas trabalho há anos com banda e nós das bandas menores, das locadoras de som, já fomos muito humilhados por essa turma lá de cima, não é a maioria, mas muitos deles que se mostram humildes agora, chegam às cidades para fazer os seus eventos milionários maltratando desde o contratante, o empresário, o técnico de som, rodie, maltratando prefeito, tem que ter pulseirinha pra entrar no camarim, tem que implorar para tirar um selfie, mas nas lives é tudo simples, humilde e alegre, mostrando simplicidade.

_Essa pandemia foi reveladora, trouxe humildade para quem não tem e nos igualou, somos todos iguais agora, mas eu peço a Deus que quando isso acabar, quando vocês vierem com seus espetáculos suntuosos para nossas cidades, não humilhem as locadoras nem a nós das bandas menores, das duplas menores que temos que cantar na frente da cortina, não podemos nem ficar no palco junto com eles, os seguranças não deixam. Não podemos nem tocar nos instrumentos deles e agora tocam apenas no playback, violãozinho, tudo simples.

_Já passei por muita humilhação, muita. Fui tirado do palco onde ia tocar, já fui expulso de camarim, coisas que nem dá para comentar. Mas vocês artistas, também aquele pessoal que chega antes, produtores que chegam tirando todo mundo do palco, não deixam ninguém chegar perto, exigindo mil coisas do contratante e nos camarins, respeitem essas pessoas, agora na pandemia vocês viram a dificuldade que é para ganhar dinheiro, faziam vinte, trinta shows por mês e agora por causa de cem dias estão reclamando, fazendo coisas simples, mas ganhando milhões dos patrocinadores.

_Respeitem os contratantes quando voltarem, respeitem os artistas menores, respeite o teu povo que vai ao show dar milhões e milhões de bilheterias para vocês maltratarem em camarins. Não estou generalizando, tem muita gente boa, mas existe a minoria que não é digna de estar onde está… esse é apenas o meu desabafo.’’

Sem mais para o momento, muito obrigada, João Marcos, você disse tudo que muita gente precisava ouvir no meio da música,  disse tudo e mais um pouco.

Vocês podem assistir a live completa no link abaixo:

https://youtu.be/cW-DMRCdAec

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *