as notícias e a opinião dos colunistas sobre o mercado sertanejo
Sertanejo News

Entrevistamos Henrique Alla

Notícias 21 de janeiro de 2019

Entrevistamos Henrique Alla

Nessa semana resolvemos trazer um papo com Henrique Alla, cantor independente lá de Goiás, que é o berço da música sertaneja mostrando que artistas iniciantes e cheios de dificuldades financeiras podemos ver em todas as partes do país, mas quando o sonho e a música são o que fazem a vida desse artista olhar para a frente e de uma dificuldade conseguir transformar em oportunidade, devemos sim olhar com mais carinho por uma pessoa assim.

Henrique Alla, teve uma conversa descontraída com o Sertanejo News e nos revelou que sua atual música de trabalho “Reencontro” lançado em nosso site foi um projeto que toda a sua verba financeira veio de uma rifa organizada por seus amigos e esse exemplo deveria ser muito seguido por quem quer ir em frente ao invés de saírem sempre procurando uma desculpa para deixar qualquer projeto não acontecer com a desculpa “Preciso de um empresário, Preciso de um investidor”, Preciso de um Patrocinador” e etc. Mas, o que a pessoa precisa é só de vontade e a música foi lançada inclusive com um vídeoclipe bem produzido até pelas dificuldades de orçamento.

O cantor merece os nossos parabéns pelo empenho em sua carreira e ele serve como exemplo aos outros cantores (as) independentes. Entre Goiânia e o Mato Grosso é aonde Henrique Alla tem se apresentado com maior frequência, fazendo aberturas de shows de artistas nacionais e também em casas noturnas. E o mais impressionante é a resposta que o público tem se mostrado bem receptivo com a performance do cantor.

Confira abaixo como foi a nossa conversa com Henrique Alla.

Sertanejo News: Aonde você mora?
Henrique Alla: Nerópolis-GO (24Km de Goiânia)

Sertanejo News: Está no berço do sertanejo, isso ajuda na sua carreira?
Henrique Alla: sim sem dúvidas, aqui o cenário da música sertaneja favorece muito os artistas, tem vários bares e casas que trabalham com o estilo musical e assim fortalece a agenda fazendo com que o trabalho seja levado para outras cidades e estados também…

Sertanejo News: E como é a sua história com a música, trabalha com música há quanto tempo?
Henrique Alla: comecei a trabalhar com música aos 9 anos de idade como locutor em uma rádio aqui na minha cidade e no ano de 2009 em um projeto de pop rock na escola, comecei a tocar violão e dali logo passei a cantar formando assim uma dupla sertaneja que durou 5 anos e quando encerramos a parceria segui em carreira solo ao todo como cantor são 10 anos.

Sertanejo News: Nossa, bem cedo. Você e seu parceiro, mesmo tão meninos, tocavam aonde? Nos conte mais sobre isso.
Henrique Alla: sim…começamos com eventos particulares, depois barzinhos e casas noturnas com acompanhamento de um maior por sermos menores na época. Trabalhamos muito no interior do estado.

Sertanejo News: Algum episódio curioso desse tempo? Algo que você possa nos contar aqui.
Henrique Alla: sim, fazíamos muitos shows em quermesses de igreja e na maioria das vezes os cachês era comida mesmo como pamonha, frango, farofa e a primeira vez que fomos tocar fora da cidade com banda locamos uma van só que não sabíamos que nela chovia mais dentro do que fora. Lembro que a estrada que estávamos passando estava em reforma, e aí já pode imaginar o que aconteceu, a poeira entrou mesmo na van e chegamos no hotel todos sujos.

Sertanejo News: Navegando pela sua história vimos que você teve um projeto Pop Rock. Você curte também essa vertente? o que mais te influenciou?
Henrique Alla: sem dúvidas cresci escutando um pouco de tudo desde o sertanejo antigo, as músicas internacionais, pop internacional e pop rock nacional…Minhas principais referências no sertanejo são Gusttavo Lima, Luan Santana, Jorge e Mateus e Fernando e Sorocaba são artistas que admiro muito.

Sertanejo News: Você atualmente lançou o clipe da música “Reencontro”, e essa música me surpreendeu, como está linda, o que pode falar dela para a gente?
Henrique Alla: Obrigado. A Reencontro é uma música linda a letra é de um parceiro meu o compositor Rennan Ribeiro, ela chegou pra mim no ano de 2016 guardei ela por 2 anos até gravar e lançar, mais sem dúvida valeu a pena hoje ela é minha música de trabalho e vem crescendo bem de forma natural nas redes sociais, estou muito feliz com o resultado até aqui.

Sertanejo News: Você pretende buscar alguma parceria? Já tem alguma música pra emendar com Reencontro? Em geral, quais os planos para o futuro?
Henrique Alla: Venho trabalhando de forma independente durante todo esse tempo e a própria música/clipe “Reencontro” foi gravada com a ajuda de amigos e familiares, eles fizeram uma rifa para que eu conseguisse gravar esse trabalho. Os planos para 2019 é buscar parceiros para somar com o projeto e em alguns meses gravar um Pocket show acústico com músicas inéditas que já estamos escrevendo e escolhendo com bastante carinho para entregar um trabalho lindo ao público.

Sertanejo News: Que bacana o lance da rifa, parabéns assim você mostra que quando se tem vontade tudo é saída para fazer acontecer. Só usar da criatividade e ir atrás.

Sertanejo News: Além dessa parceria que a gente mencionou acima. Você pensa em convidar algum outro artista para gravar?
Henrique Alla: sim com certeza para o próximo projeto estamos sondando algumas participações mais ainda nada definido até o momento mais pode ter certeza que virá boas parcerias.

Sertanejo News: Como todo cantor em início de carreira você já lançou músicas com bebida sendo o tema e em uma música sua você fala do whisky, e isso já fazem 4 anos. Agora que o Gusttavo Lima lançou a “Zé da Recaída”, os números da “Se Solta” voltaram a crescer? 
Henrique Alla: Fiquei surpreso já a idéia do whyisk presente na música “Se Solta” mesmo após 4 anos do lançamento quando escrevi ela, voltou a ser uma idéia atual e tem crescido dia a dia o número de visualizações nos últimos meses. E depois do lançamento da “Reencontro” parece que o público achou ela também nas redes sociais.

*Assista aqui o clipe de “Reencontro” do cantor Henrique Alla:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *