as notícias e a opinião dos colunistas sobre o mercado sertanejo
Sertanejo News

O trabalho de imagem hoje em dia está mais importante que o repertório do artista?

Colunistas Maurício Ferigato 27 de novembro de 2018

O trabalho de imagem hoje em dia está mais importante que o repertório do artista?

Nos dias atuais do cenário comercial da música somente com um bom repertório o artista consegue colher bons frutos ou precisam aliar sua imagem com tudo que envolve uma carreira de sucesso ???

Hoje em dia a imagem do artista tornou-se essencial em época de tempos em que a internet tornou-se um dos pontos altos da distribuição de músicas até o público final que consome a música sertaneja, ou seja, você.

Com a tecnologia toda sendo usada a todo vapor nos projetos não mais somente “A MÚSICA” faz a diferença na carreira do artista e muitos itens dividem a fatia da porcentagem dentro do projeto e uma das que mais chamam a atenção é a “IMAGEM”. E como todo mundo de uma forma ou de outra hoje se coloca numa vitrine comercial que precisa gerar lucros, tudo que é feito ousadamente dá resultados mais eficazes que o mais do mesmo, e essa é uma das dificuldades no cenário da música, criar realmente algo atrativo que se destaque perante a forte concorrência do mercado e que o público abrace o projeto.

Atualmente toda música que será trabalhada em todo o cenário nacional já sai acompanhada de um videoclipe, com artes para as redes sociais e banners gerais de divulgação altamente sendo trabalhados com uma única regra, o chamado “INOVAR” e fazer o que ninguém ainda fez, levando as equipes de criações e também as produções gerais dos artistas a se desdobrarem em novas idéias e pesquisas muito bem elaboradas se alguém já fez algo parecido ou não no mercado, afinal ninguém mais quer ser o mais do mesmo. Isso acaba nos mostrando que somente “A MÚSICA” precisa de algo a mais, e muitas vezes até esse material de imagem faz a diferença na música.

Podemos citar dois artistas que fazem inovações muitas vezes nem pensadas por todos nós, demonstrando uma rara habilidade de navegar por diversos temas que nos surpreendem de verdade, e são eles Luan Santana, que já gravou DVD inspirado em Elvis Presley (o ACÚSTICO inclusive também nos figurinos dos anos 50 e 60) e lançado em 2015 e também o DVD 1977 (homenageando as mulheres com a data homologada como Dia Internacional da Mulher em 1977) e lançado em 2017.

Esses dois projetos realmente chamaram a atenção do mercado pela idéia inovadora que Luan Santana tem se tornado mestre em fazer no cenário da música, visto que seus projetos sempre destacam-se perante os outros pelo apelo que o jovem consegue trazer perante seu público. E olha que nem estamos falando das idéias mirabolantes de videoclipes de Luan Santana aliado aos lançamentos dos projetos como um tour em parceria com a Gol pelos céus do Brasil com Luan sendo até um comandante da aeronave, e tantas outras formas que ele se destaca e consegue manter a visibilidade de sua carreira mais do que em alta.

O outro artista que faz um trabalho atrás do outro com idéias geniais é Fernando e Sorocaba (que por coincidência Sorocaba é também sócio da LS Music, junto com Luan Santana) e isso só nos mostra a perfeita sintonia entre criador e criatura, basta lembrarmos que a carreira de Luan Santana foi lançada ao Brasil justamente por Sorocaba e até a música que lançou Luan foi a “Meteoro” composta em parceria com Sorocaba.

Entre os projetos de Fernando e Sorocaba que podemos destacar são os DVD’s “Sinta Essa Experiência” que trouxe elementos de entretenimento dentro do show como “A Bolha” (em que os cantores entravam dentro e era uma bola gigante que andava pelo meio do público de mão em mão) e também os bonecos de Fernando e Sorocaba com cabeças gigantes, uma certa caricatura dos artistas que estavam presentes em todos os shows da dupla e também o atual DVD “Sou do Interior” gravado em uma fazenda no meio de uma plantação de milho gigante, com o palco sendo formado por tratores e máquinas agrícolas e com a presença da Esquadrilha da Fumaça e também um tanque de guerra.
Ufaaa!!! Isso que é ousar e inovar e ainda tem “O Chamada da Floresta”, o atual DVD da dupla.

Idéias como essas realmente irão destacar-se perante a uma grande fatia de artistas regravando sucessos do passado em lugares inusitados, mas se a gente realmente passar um funil em todas essas idéias também vemos algumas que destacam-se como o DVD “Churrasco, Chalana e Viola” do Trio Parada Dura gravado em uma chalana em movimento navegando por um rio no interior de Minas Gerais entre enormes paredões de pedra, com um cenário realmente para filmes de Hollywood.

Os artistas de todas as classes, sejam grandes ou pequenos, nacionais ou regionais entenderam essa mudança do mercado e apostaram suas fichas em videoclipes, que é uma forma eficaz no lançamento de uma música que irá chegar às rádios e conseguem se ajustar conforme sua classe econômica ou financeira, assim lança-se a música e ao mesmo tempo você vê quem é o artista que está cantando e toda a proposta daquele single, disco ou dvd.

Agora partir por essa integração a classe da imagem artística poucos tiveram a consciência que um item tornou-se importantíssimo nesse balaio de vertentes, a chamada “Imagem Pessoal”, que ainda abre muitos prescendentes para não só a imagem aliada a sonoridade do artista (naquele momento que está cantando), mas sim também a imagem da pessoa, que precisa ter um cuidado todo profissional para se manter a “IMAGEM DE ARTISTA” daquela pessoa que é igualmente uma de nós, livres de escândalos, notícias ruins, postura exemplar e etc. Enfim, construir uma imagem de carreira na qual seu fã tenha orgulho de ser mais uma pessoa na gigantesca rede de fãs do artista.

Por obrigatoriedade o artista se sente na obrigação de ter também uma “IMAGEM DE MISS/MISTER”, querendo se transformar em uma pessoa que possa inclusive sair desfilando pelas passarelas da moda, o que podemos dizer que não é errado, afinal o artista precisa de uma boa imagem pessoal e pode sim gastar seu dinheiro da forma que preferir, é um direito da pessoa para que sua auto-estima se eleve é claro.

Artistas do passado como José Rico (na sua forma de vestir-se), Nelson Ned (por ser anão) e o rei Roberto Carlos (com sua perna mecânica) como teriam que agir se fosse nos dias de hoje ??? Uma época na qual um artista dá muita importância a uma academia não como uma ferramenta de bem estar de saúde e sim para fotografar bem ao ter sua imagem aliada a uma revista, a um disco ou até a produtos de vídeo, e o tempo que o artista perde com esse item é muito mais do que as preocupações de sua carreira como um aperfeiçoamento de canto, uma composição mais elaborada, uma qualidade maior a tudo que ele mesmo lançar e etc.

Mas todos nós temos a prova real que emagrecer, ficar musculoso(a), fazer plásticas corretivas em todo o corpo não é o que o público dá valor, e tendo talento o público “ainda” abraça qualquer tipo de artista e um exemplo disso são César Menotti e Fabiano que com seu enorme talento continuam a ser sucesso no Brasil todo mesmo sendo pessoas comuns como a gente, mas que são gigantes no talento, desprezando toda e qualquer forma de imagem. E se não fosse Mateus (Jorge e Mateus) e Henrique (Henrique e Juliano) lançarem as modas das barbas gigantes não se preocupando com o que iriam as pessoas pensar ou falar sobre isso e que todo o mercado acabou de alguma forma integrando em seus visuais nos mostrassem que nem sempre o bonito é o que chama a atenção e uma nova tendência em todo o Brasil foi lançada com o comércio de barbearias crescendo assustadoramente em cada cidade de nosso país.

Hoje praticamente a grande maioria dos artistas querem estar no mínimo magros(as) com a desculpa do preparo físico estar em dia para cumprir a enorme temporada de shows sem maiores danos à saúde. E é assim que eles(as) se referem em suas entrevistas, mas temos até em Simone e Simaria bons exemplos de como o mais importante é a saúde, e as irmãs Simone (a quem muito chamam de gordinha) estar com a saúde perfeita e a irmã Simaria (exemplo nacional de beleza comparada até a socialite americana Kim Kardashian) passar por problemas de saúde na qual foi proibida por seus médicos de retomar a grade de compromissos e shows por mais de 90 dias por justamente problemas de alimentação e falta de peso geradas por má alimentação diária em um bom período na estrada (a morena deixou a irmã Simone cumprir todos os compromissos). Mas convém aqui lembrarmos que quanto Simone quanto Simaria são duas mulheres lindíssimas, cada uma com seu diferencial pessoal e o público ama as duas da mesma forma.

Então cabe-se aqui a reflexão pessoal para cada um de nós: Adianta sermos pessoas perfeitas para os olhos do próximo ou o que mais importa é realmente quem somos ??? Imagem é maior do que talento ??? Imagem sem talento vale algo ???

O público vai amar o artista exatamente pelo que ele é, e se ele souber entrar no coração de cada um, pode ele(a) ser alto(a), baixo(a), gordo(a), magro(a) que o público estará cada vez mais prestando atenção no que realmente é importante, a música e a arte que ele entrega.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *